Venha fazer a diferença no futuro de Porangatu.

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Estamos agora também no Facebook...

            Para que vocês possam interagir e participar ativamente , a  F.C. Renova Porangatu agora está também no Facebook, sendo mais uma ferramenta de mídia para  contato com o cidadão porangatuense, na busca  da  apresentação e legitimação deste movimento que necessita e busca a participação popular. Acesse e participe.





O momento de se discutir é agora, o lugar é esse e a pessoa é VOCÊ.

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Agora temos uma logomarca


Esta será a logomarca da F.C. RENOVA PORANGATU, que será reproduzida e certamente invadirá toda a cidade.Em breve traremos mais notícias de como será a distribuição, estamos nos preparando para ser impactante. Divulgue e participe.

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Só de sacanagem ...

      A ideia deste blog foi criar uma ferramenta de divulgação para aglutinarmos  formadores de opinião, pessoas interessadas em  formatar  propostas, projetos; um grupo que decida  sair da rotina de suas vidas para debater, sugerir ou apenas se indignar com a situação que vivemos hoje em nossa cidade.
      Não adianta nos revoltarmos sobre que vemos na T.V., discutirmos sobre o  noticiário do jornal, se aqui onde vivemos, não nos interessamos nem queremos saber do que se passa. Já é sem tempo planejarmos o que queremos para o nosso futuro , ou ficaremos eternamente a mercê da vontade de autoridades, governantes e políticos que só buscam criar lideranças aqui para cuidarem de seu curral eleitoral, e firmarem acordos que não passam  nem perto do desejo e da necessidade de nossa população.
      O momento é esse, agora e' hora de se organizar , de fazer valer a voz de cada cidadão, porque depois de tudo decidido, reclamar pra quem? 
      Decida-se agora , então ... pense nisto.

Envelheço

Envelheço quando me fecho para as novas idéias e me torno radical...

Envelheço quando o novo me assusta e minha mente insiste no comodismo...

Envelheço quando meu pensamento abandona a casa e retorna sem nada...

Envelheço quando me torno impaciente, intransigente e não consigo dialogar...

Envelheço quando penso muito em mim mesmo e me esqueço dos outros...

Envelheço quando penso em ousar mas temo o preço da ousadia...

Envelheço quando permito que o cansaço e o desalento tomem conta da minha alma...

Envelheço quando tenho chance de amar mas vence o medo de arriscar...

Envelheço quando paro de lutar...





E pra terminar , um pequeno poema Elisa Lucinda na voz de Ana Carolina.



video

Meu coração está aos pulos!
Quantas vezes minha esperança será posta à prova?
Por quantas provas terá ela que passar?
Tudo isso que está aí no ar: malas, cuecas que voam entupidas de dinheiro, do meu dinheiro, do nosso dinheiro que reservamos duramente pra educar os meninos mais pobres que nós, pra cuidar gratuitamente da saúde deles e dos seus pais.
Esse dinheiro viaja na bagagem da impunidade e eu não posso mais.
Quantas vezes, meu amigo, meu rapaz, minha confiança vai ser posta à prova?
Quantas vezes minha esperança vai esperar no cais?
É certo que tempos difíceis existem pra aperfeiçoar o aprendiz, mas não é certo que a mentira dos maus brasileiros venha quebrar no nosso nariz.
Meu coração tá no escuro.
A luz é simples, regada ao conselho simples de meu pai, minha mãe, minha avó e os justos que os precederam:
" - Não roubarás!"
" - Devolva o lápis do coleguinha!"
" - Esse apontador não é seu, minha filha!"
Ao invés disso, tanta coisa nojenta e torpe tenho tido que escutar. Até habeas-corpus preventivo, coisa da qual nunca tinha visto falar, e sobre o qual minha pobre lógica ainda insiste: esse é o tipo de benefício que só ao culpado interessará.
Pois bem, se mexeram comigo, com a velha e fiel fé do meu povo sofrido, então agora eu vou sacanear: mais honesta ainda eu vou ficar. Só de sacanagem!
Dirão:
" - Deixa de ser boba, desde Cabral que aqui todo o mundo rouba."
E eu vou dizer:
"- Não importa! Será esse o meu carnaval. Vou confiar mais e outra vez. Eu, meu irmão, meu filho e meus amigos. Vamos pagar limpo a quem a gente deve e receber limpo do nosso freguês. Com o tempo a gente consegue ser livre, ético e o escambau."
Dirão:
" - É inútil, todo o mundo aqui é corrupto, desde o primeiro homem que veio de Portugal".
E eu direi:
" - Não admito! Minha esperança é imortal!"
E eu repito, ouviram?
IMORTAL!!!
Sei que não dá pra mudar o começo, mas, se a gente quiser, vai dar pra mudar o final.

Elisa Lucinda

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Pré-candidato do PSD encontra-se com liderança regional.





     O presidente Municipal do PSD de Porangatu-GO  vereador Odair Amorim, e o Presidente do PR de Porangatu Marcelinho  Silva, estiveram na cidade de Alto Horizonte-GO  com lideranças do PSD municipal em reunião com o presidente do diretório regional do PSD  Dep. Federal Wilmar Rocha , onde foram tratados de assuntos referente a posição do PSD nas eleições municipais de 2012.
     Em conversa reservada com o vereador Odair Amorim , o sr. Wilmar Rocha falou da importância do partido ter uma candidatura encabeçando a chapa majoritária em Porangatu . Na oportunidade disse que qualquer que seja  a posição dos diretórios municipais não haverá interferência por parte do diretório regional do PSD  ou de quem  quer que seja . Frisou ainda que, o PSD é um partido que já nasceu grande e que não sofrera interferência de forças externas. Assim sendo o vereador Odair Amorim segue participando desta Frente Cidadã, sendo um dos pré-candidatos pelo PSD.

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Pré-candidato do PSB de Porangatu, se apresenta...





        "Política é sim lugar para pessoas sérias, honestas e competentes." 
  


            O empresário Julio Tófolo fala sobre sua trajetória de vida e 
           a disposição de participar do processo político de Porangatu-GO




Frente Cidadã –   Sr. Julio Tófolo, como um pré-candidato desta Frente Cidadã RENOVA PORANGATU, poderia nos contar um pouco de sua história, de como veio morar em Porangatu?

 Julio Tófolo -     Perfeitamente. Eu  nasci em São Paulo, capital, em 16 de setembro de 1952. Sou filho de feirantes, sim como aqueles que vocês conhecem aqui em Porangatu. Estudei sempre em escolas públicas, inclusive a faculdade de Administração de Empresas em que me formei em 1978. Trabalho desde criança com comércio, trabalhando como feirante até os 19 anos e depois prestando o serviço militar por  03 anos. Em 1974, me afastei da Aeronáutica, indo trabalhar como vendedor de livros por 05 anos, sendo  04 deles como gerente de vendas. Depois já  em 1979  fui admitido pela General  Motors do Brasil como gerente de vendas, época em que foi criada a  divisão de consórcios, que pra mim foi uma benção, pois sempre fui pobre e quase não soube que fazer com o dinheiro do meu primeiro salário. Fui admitido para trabalhar na cidade do Rio de Janeiro e após 05 meses, transferido para Recife- PE,  trabalhando até 1981, e depois por mais um ano em Salvador-BA. Em 1982 fui convidado para trabalhar na área de vendas de veículos, sendo transferido para Fortaleza-CE. Nesse período conheci  os Estados Unidos e Europa através de bônus por merecimento. Minha área de trabalho na GM correspondia a quase 57%  do território brasileiro, viajava quase que 30 dias por mês, mas em 1988 resolvi parar com tudo para me casar com a dentista  Maria Neves de Oliveira Tófolo (Dra. Nevinha) que muitos conheceram aqui em Porangatu. Assim sendo, desliguei-me da GM  e fui morar em Santarém-PA, contratado como administrador de uma  concessionária Chevrolet e foi nesta cidade que nasceram meus dois filhos; o Victor  que tem 23 anos, formado em Administração de Empresas pela FGV, trabalhando atualmente num banco de investimento em São Paulo  e Letícia Mariah com 20 anos, cursando Administração de Empresa no INSPER na cidade de São Paulo.
Em 1992 já morando  em  Belém-PA, conheci o Sr. Ozéas, que veio a se tornar meu  sócio na Médio Norte Veículos em outubro de 1993, quando fechamos negócio com o Dinoamérico, e dai em diante minha vida se arraigou nesta maravilhosa cidade de Porangatu.



Frente Cidadã –   Bem, diante deste breve histórico, já sabemos um pouco de sua trajetória no mundo dos negócios e de como foi sua vinda para Porangatu. E por aqui, o que você pode nos contar?

Julio Tófolo-  Então, pelo lado pessoal fiquei viúvo na cidade de Porangatu-GO em 1997, e dai em diante a luta foi grande, passei por muitas dificuldades, ou melhor, passei por vários aprendizados e me considero uma pessoa feliz. No que diz respeito ao lado social e solidário comecei um trabalho na  Casa da Sopa lá no setor Grupiara  com meu amigo e mestre Frei  Juvenal, que me ensinou o verdadeiro sentido da vida. Em seguida comprei um laticínio, no Setor Galiléia, onde hoje funciona o Centro de  Formação  Maria Neves Tófolo que, em parceria com a PM de Porangatu, promove  o PETI (Programa de Erradicação do Trabalho Infantil). Participei de vários conselhos inclusive o que criou o Conselho Tutelar  da cidade.
 Em janeiro de 2003, junto com Tânia da UNIFÉ e outros funcionários da Médio Norte iniciamos a UNIFÉ, instalada hoje na rua do Espírito Santo no Jardim Brasília, que começou com um pequeno grupo de oração e hoje estende seu trabalho atendendo as pessoas tanto no lado espiritual com reuniões todas as segundas-feiras as 19;30 e também no lado social com; dezenas de hortas comunitárias espalhadas pelo município , uma casa de farinha para ajudar pequenos produtores rurais , auxilio a menores e adolescentes em aulas de informática, dança, fotografia, qualificando e inserindo-os no mercado de trabalho. A UNIFÉ comemorou seu 9º aniversário neste ultimo dia 09 de janeiro.



Frente Cidadã  –  Ao  olhar pra trás, você se dá por satisfeito?

Julio Tófolo -  Como eu disse me considero muito feliz, mas para completar de vez essa felicidade encontrei dentro da UNIFÉ, (é claro que depois de muita reza), uma esplendorosa mulher para ficar ao meu lado para o resto de minha vida, a Dra. Wanessa de Moura Paranhos, advogada é uma mulher abençoada por Deus.
 Assim sendo, como para os que me conhecem, eu sempre relutei em disputar algum cargo eletivo, uma por nunca ter tido pretensão e outra por não dispor de tempo suficiente para me dedicar plenamente ao cargo de prefeito. Mas o tempo foi passando e eu me desvencilhei de muitos compromissos que tinha e hoje me sinto bem à vontade para dizer: tenho tempo, disposição e desejo de ser um desses   políticos sérios, em que  a população tenha orgulho de dizer que, a nossa cidade é administrada por uma pessoa séria, honesta e competente.Política é sim lugar para pessoas sérias, honestas e competentes. Coloquei meu nome a disposição do partido  PSB-40,  o  partido da ficha limpa, para ser pré-candidato a  prefeito de Porangatu, cargo esse que dá poder, mas também pode transformar homens despreparados em ratos, que saem destruindo e corroendo o patrimônio publico de nossa cidade. Não tenho a menor vaidade em assumir um cargo de prefeito, mas tenho a ambição de mostrar para o nosso povo de Porangatu que se pode ser político e ser honesto como em qualquer outra profissão. Obrigado.







Diário do Norte entrevista pré-candidato do PDT de Porangatu-GO



29/10/2011
Terceira via teRÁ representante
Sérgio Lemes é o nome do PDT: conhecimento e trânsito livre em várias correntes
       O PDT de Porangatu ganhou reforço e pretende lançar candidato a prefeito, vice- prefeito e vereadores. A legenda é liderada na cidade pelo empresário, Sérgio Lemes, da Farmácia Sta Maria. O pré-candidato afirma que pretende representar o comércio, todas as classes sociais, entidades organizadas, religiosas, clubes de serviços e maçonaria. Sérgio ressaltou que possui bom trânsito em todos os setores, uma vez que é comerciante de varejo ao mesmo tempo da saúde, e tem um vasto trabalho voluntário prestado em mais de vinte anos, além de se considerar conhecido e informações de todo município.
      "Esses fatores, aliados às indicações de outras lideranças de Porangatu, me levaram a colocar meu nome como pré-candidato a prefeito. Nós, do PDT, acreditamos que a política de Porangatu merece uma terceira via. Muitos eleitores não estão votando em representantes, mas sim em opções. Nossa proposta é representar a renovação, a seriedade, o compromisso, a transparência, a democracia, o interesse pela cidade acima dos interesses particulares. Vejam que há 16 anos atrás os nossos sonhos eram bem maiores que nossa realidade. Outras cidades evoluíram mais que a nossa e de vez em quando, passamos o susto de perder algo que conquistamos antes", destacou.
     O pré-candidato disse também que uma cidade com tantas entidades organizadas, comércio, associações e sindicatos tão fortes, não pode aceitar conviver num estado de dominação e exploração alheia, sendo conivente em desfavor da população. "Precisamos reagir, trazer de volta o poder ao povo, colocar o dinheiro público a vista e decisão do interesse público; recuperar o atraso. Quem vende o voto, vende o futuro de seus filhos e netos, vende o direito à saúde, educação, trabalho e dignidade. Temos que usar a criatividade, trabalhar mais e politicar menos. Diminuir os impostos e cessar as injustiças, deixar de lado as siglas partidárias e preocupar com a cidade e as pessoas. Para nós a política não tem sentido sem as realizações", declarou Sérgio.
       Segundo o empresário, o PDT já estuda as possibilidades de aliança com PT, PSD, PRB, PTC, PRTB, PV, PRP, PSDC, PCdoB, PR e PSB. O PDT de Goiás é liderado pela deputada federal Flávia Morais e, segundo Sérgio, já fez compromisso em apoiá-lo. "Juntos nós pretendemos corrigir todos os entraves que impedem o desenvolvimento de nossa região, tendo Porangatu como pólo natural do Norte. Está longe de nós, do PDT, apontarmos nomes ou julgar algum representante que elegemos ou não; mas estes tiveram a oportunidade de mostrar quem são, em relação a coisa pública. O nosso povo que nos prestigia no comércio e no trabalho, que nos dá condições de ter sucesso, boa vida, boa formatura para nossos filhos; não pode servir somente a isso. Nós, cidadãos de bem, que crescemos aqui, temos dever com essa gente”, disse.
    Sérgio apontou que o dinheiro público não é favor nem esmola, é obrigação, é cumprimento da lei: "Dai a César o que é de César". O líder político também estendeu o convite para que todos os que acreditarem na proposta do PDT para se filiarem ou coligarem a fim de defender Porangatu do câncer que assola o País: a corrupção, desde a compra de votos e a improbidade administrativa. "Vejam se na Bíblia está escrito que nossa região e nosso povo estão destinados ou condenados a ser sempre inferiores ou subalternos de outras regiões. O filho do pedreiro terá que ser servente? O filho do carroceiro terá seguir o mesmo trabalho? Os filhos dos garis terão que herdar o trabalho dos pais? Com todo respeito, todos esses trabalhos e trabalhadores, porque sabemos que é um trabalho árduo e necessário, porém mal remunerado, finalizou Sérgio.



terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Pré-candidato do PT é entrevistado

     O pré-candidato a prefeito pelo PT José Uilton foi entrevistado no final do ano de 2011 pela Gazeta Norte Sul, onde esclareceu o seu pensamento e demosntrou toda sua  confiança no projeto de 3ª via que se vislumbra em Porangatu.A seguir a entrevista na integra.




União, lealdade e desprendimento são as palavras chaves para a Terceira Via em Porangatu
“Éramos apenas dois em 2008, mas para 2012 formaremos uma coalizão de pelo menos doze partidos”, afirma José Uilton, presidente do PT

Por Lilo Moura



“Estou pronto para assumir novos desafios e, se eu for escolhido para uma candidatura a prefeito de Porangatu, irei defender essa tarefa com total determinação”



          Ultimamente o que se ouve falar muito em Porangatu é sobre a formação da coalizão de doze partidos que visam participar das disputas eleitorais de 2012. São eles: PT, PSB, PSD, PDT, PTC, PR, PRB, PRTB, PRP, PSDC, PPL e PV. Apesar de o PMDB ainda não estar compondo esta frente, percebe-se que este novo grupo está demonstrando muito trabalho, união, fidelidade, maturidade, companheirismo e desprendimento nas ações que visam encontrar soluções para a consolidação da terceira via frente ao próximo pleito eleitoral.
         Um ato político que gerou muita repercussão foi o evento de filiação partidária promovido pelo PSB, no dia 24 de setembro, ocasião em que estiveram presentes na cidade o empresário Júnior Friboi e Barbosa Neto, vice-presidente e presidente estadual do PSB, respectivamente. A ocasião foi marcada por muito entusiasmo e expectativa. As palavras colocadas pelos líderes estaduais eram de buscar promover a união da base aliada da presidenta Dilma em Goiás e se consolidarem para as disputas municipais de 2012 e do Governo Estadual em 2014. Várias filiações ao partido foram homologadas naquele dia, entre elas, de importantes lideranças, tais como, o Dr. Robledo Resende, ex-secretário da agricultura do Estado, e o empresário Júlio da Médio-Norte.
        De lá para cá já aconteceram inúmeras reuniões articuladas pelo novo grupo, os avanços têm sido notáveis na política porangatuense, com muitos desdobramentos.
         Para falar sobre esse assunto, nossa equipe de reportagem entrevistou José Uilton, presidente do PT no município e suplente de deputado estadual:

]Gazeta Norte Sul: Senhor José Uilton, comenta-se muito pela cidade sobre uma reunião que teria ocorrido no dia 10 de novembro, com o propósito de unir todos os partidos de oposição em Porangatu. O que o senhor poderia declarar sobre o assunto?
José Uilton: A reunião aconteceu, e seu objetivo foi em prol da união, acolhendo o PMDB. Foi preparada para ser uma conversa de cúpula, não seria aberta para o público externo, porque ali pretendíamos aparar nossas arestas, resolver algumas diferenças, até encontrarmos a fórmula da união, de modo a não expor, nem constranger nenhuma liderança. Esse foi o motivo de a reunião ser reservada. Se o pré-candidato do PMDB, Eronildo Valadares, tivesse comparecido ao evento, certamente hoje estaríamos unidos. Provavelmente em seguida teríamos muito a comemorar, até um jantar de confraternização estava programado numa churrascaria aqui da cidade. Mas infelizmente algumas pessoas não compreenderam. O pré-candidato do PMDB não quis participar porque, na opinião dele, o local seria inapropriado e ligado ao PT. A impressão que tivemos foi de que organizamos uma bela festa, mas o principal convidado não compareceu.

GNS : O senhor falou em reunião reservada. Quem seriam os convidados?
José Uilton: A reunião contaria com a presença e participação de todos os presidentes de partidos de oposição de Porangatu, os pré-candidatos a prefeitos e as lideranças estaduais envolvidos na proposta de união, dentre elas os três pré-candidatos de oposição ao governo de Goiás para o ano de 2014: Rubens Otoni (PT), Vanderlan Cardoso (PMDB) e Júnior Friboi (PSB).
Apesar da tentativa de esvaziamento por parte de alguns, a atividade foi um sucesso porque contou com a presença de doze presidentes de partidos da oposição e seus sete pré-candidatos a prefeito, além de lideranças de peso do PMDB local, como seu ex-presidente Valdemir da Couroart e o empresário do ramo de transportes, João Faustino.
Também fomos prestigiados com a vinda de importantes quadros políticos estaduais, como: o empresário Junior Friboi; o presidente estadual do PSB Barbosa Neto; o deputado estadual Francisco Gedda (PTN) e representantes das deputadas federais Íris de Araújo (PMDB) e Flávia Morais (PDT).

GNS: O grupo de vocês vai desistir de buscar a união com o pré-candidato do PMDB?
José Uilton: O grupo está muito maduro em relação ao nosso projeto político. Nós não fazemos união com pré-candidatos, mas sim com partidos políticos. Respeitamos muito a história do PMDB em Porangatu e não desistiremos de tê-lo conosco. Mas ficou visível a dificuldade de diálogo de quem não nos aceitou na proposta de união. No entanto, nosso grupo agora descobriu que unidos somos mais fortes. Estamos decididos a caminhar em raia própria e a terceira via está instalada em Porangatu!

GNS: O senhor sente segurança em apostar na terceira via em Porangatu?
José Uilton: Sim. Caso o PMDB e o PT estivessem unidos em 2008, certamente teríamos vencido as eleições. Mas desta vez o cenário é outro, o PT está mais fortalecido e melhor organizado. Ao invés de dois, somos agora doze partidos caminhando juntos. Mas ainda esperamos contar com o peso político do PMDB para sermos vitoriosos. Estamos convencidos de que nosso grupo será a maior força política nas próximas eleições municipais. Nós juntos teremos: a maior quantidade de partidos; o maior número de valorosos pré-candidatos a vereadores (são mais de cem) e o maior tempo, com larga vantagem de propaganda eleitoral gratuita de rádio e televisão.

GNS: O senhor tem dúvidas de que este grupo possa de desintegrar diante das pressões externas dos partidos em nível estadual? O PT será obrigado a se coligar com o PMDB, devido às alianças estaduais e nacional?
José Uilton: O Partido dos Trabalhadores não se pauta por compromissos individuais. Participamos de um projeto coletivo e nacional. Particularmente estou muito feliz, porque estamos ampliando consideravelmente a base da presidenta Dilma aqui em Porangatu. Partidos da base nacional que aqui estavam com o PSDB, hoje estão conosco. É o caso do PDT, do PSB, e já estamos com o recém criado PSD.

GNS: Nos últimos anos o PT vem ampliando seu espaço político em Porangatu. Qual foi sua participação nesse processo?
José Uilton: Sempre trabalhei em prol do crescimento do PT. A partir do ano de 2007 assumimos a presidência do partido e tratamos de organizá-lo, aumentando o número de filiados e preparando-o para as disputas eleitorais. Fizemos um bom trabalho interno, o que resultou em nossa candidatura a prefeito em 2008. Vestimos nossa camisa e levantamos nossa bandeira. Nós tiramos o PT do jejum de 20 anos sem candidatura própria a prefeito. O reflexo foi tão impactante que no ano de 2010 lançamos duas candidaturas em nível estadual: o companheiro Galeno, que foi bem votado para deputado federal e eu fui candidato a deputado estadual triplicando minha votação anterior. Também coordenei as campanhas de Dilma Presidente e Íris Resende Governador, ambos foram vitoriosos aqui, com votação expressiva, mesmo a gente tendo que enfrentar o poder da máquina municipal e estadual. Demos um salto de qualidade muito grande: agora o partido está organizado e com força para disputar as eleições a cada dois anos.

GNS: Com esses avanços apresentados, o senhor é pré-candidato a prefeito para as próximas eleições?
José Uilton: Sim. Em função da minha trajetória meu nome está sendo naturalmente colocado como pré-candidato no PT. Ajudei muito a fortalecer o meu partido e por ele estou pronto para assumir novos desafios e, se eu for escolhido para uma candidatura a prefeito de Porangatu, irei defender essa tarefa com total determinação. Mas vou precisar também do apoio dos demais partidos que compõem o meu grupo. Nele tenho outros valorosos companheiros e partidos. Se eles me apoiarem serei, sim, o candidato de todos.

GNS: Mas o PSD é aliado estadual do Marconi Perillo. O senhor acredita que em Porangatu esse partido irá acompanhar a oposição, sabendo-se que o prefeito é da mesma base do governador?
José Uilton: Antes de qualquer coisa, o PSD faz parte da base da presidenta Dilma. É um partido que foi recentemente criado e tem autonomia para alianças estaduais e locais. Aqui em Porangatu seu presidente, o vereador Odair Amorim tem compromisso com o nosso grupo.

GNS: Como é a relação política entre a terceira via e o empresário Júnior Friboi, do Grupo JBS?
José Uilton: É uma relação de muito respeito, confiança e compromisso político. A partir do momento em que o Júnior Friboi vestiu a bandeira de unir a base da presidenta Dilma no Estado de Goiás, com Barbosa Neto, à frente do PSB, passamos a ter uma admiração muito especial por ele. E percebo que isso é recíproco. Tanto, que ele já esteve em nossa cidade por três vezes, fazendo reuniões com o nosso grupo. Ele demonstra em todo o tempo, o desejo de candidatura única na oposição de Porangatu e tem se esforçado muito para isso, pena ter encontrado muita dificuldade do lado de lá.

GNS: Então vocês estão mesmo dispostos a encarar os desafios, que um grupo de terceira via geralmente enfrenta em uma campanha tão polarizada como a de Porangatu?
José Uilton: De minha parte estamos sim. Já passei por isso em 2008, quando tínhamos muito menos acúmulo do que temos hoje e graças ao Bom Deus chegamos até o fim com uma grande vitória política. A nossa união é pra valer porque temos lealdade e desprendimento. Somos sete pré-candidatos neste novo grupo: Dr. Robledo Resende (PSB); Vivaldo Rosa (PSB); Júlio da Médio-Norte (PSB); Vereador Odair Amorim (PSD); Serginho da Farmácia (PDT); Galeno Guimarães (PT) e José Uilton (PT). Veja que somos tantos nomes, líderanças com inserção em diversos segmentos. Somamos ampla abrangência, desde movimentos sociais até o empresariado. Somos um grupo completo e que bem representa os anseios do povo de Porangatu.

GNS: Com tantos nomes disponíveis, o senhor não vê dificuldades em manter a unidade do grupo sabendo que apenas um será o escolhido para candidato a prefeito? Como está sendo desenvolvida a agenda de articulações entre os pré-candidatos e os partidos envolvidos?
José Uilton: Nós temos o compromisso coletivo de que até o dia 10 de março próximo iremos definir, dentre os sete, qual será o nome que unificará o grupo e que iremos trabalhar para ser o nosso candidato a prefeito. Todos nós temos vontade e a oportunidade para vir a representar a chapa vitoriosa da terceira via, porém um só será o escolhido e receberá o apoio do conjunto. Não vamos nos dividir.

GNS: Já estamos no final da entrevista, o senhor tem algo a acrescentar sobre esta movimentação política que está acontecendo?
José Uilton: Tenho sim. É preciso ficar claro que o que nos une na política em Porangatu hoje é muito maior do que o que nos separa. A união tem que ser em prol da cidade, do nosso povo. Isso é o mais importante! As lideranças precisam esquecer um pouco a disputa política, personalista, individual, e pensar no ser humano. As pessoas não querem embates políticos, querem soluções. E vejo que este é o ponto que mais nos aproxima hoje do Júnior Friboi e de seu braço direito Dr. Robledo Resende, pois eles têm este mesmo pensamento, apresentam isso no discurso e na prática. O Júnior acredita tanto em nosso grupo, que está se tornando o nosso líder maior, ele foi implacável em seu discurso ao afirmar: “Se na eleição de Porangatu de 2012 tiver três candidatos, um será deste grupo; se tiver dois candidatos, um será deste grupo. Pode até ser que tenha um só candidato, mas será pertencente a este grupo”. Finalizo desejando a todo o povo porangatuense, muita luz, muita paz, saúde, Bênção Divina, e boas festividades para este Natal e Fim de Ano.


O desabafo de um brasileiro

      O propósito desta Frente Cidadã é nos unirmos em torno de um só projeto para renovar com idéias e pessoas a administração pública de Porangatu.Ela  deve ser aconchego de todos os descontentes e entusiastas que, no dia a dia, buscam cumprir  suas obrigações, princípios e se importam com a nossa realidade local.Já que veio até aqui, reserve um pouco do seu tempo pra ouvir esta gravação do grande brasileiro Rolando Boldrin , o lamento de um brasileiro, e refletir com uma crônica de nossa amiga Ivani Menezes. É com vocês agora.




video


                              Utopia  
                          (Ivani Menezes)

     A palavra política refere-se a tudo que é urbano, civil e público,nas suas várias formas de governo. Sendo uma arte criada por Aristóteles e aprimorada ao longo dos tempos.
Infelizmente essa arte de reflexão para resolver questões sociais e desenvolvimento em todos os ângulos administrativos passou a designar apenas práticas de corrupção e máfia que ladeiam o poder.

    Esse domínio de homens sobre homens para obterem somente vantagens, nessa luta de soberanos e súditos, onde a desorganização e miséria sucedem explicitamente!
Por que não o poder ideológico que possa praticar o bem, tendo como potência o arsenal da honestidade, do bem comum e cristandade.
        
         
     Thomas Morus, o autor da “UTOPIA”, palavra que foi criada pra ser um reino imaginário que funcionasse como forma justa, honesta e perfeita, sendo plenamente possível faz parte do vocabulário significando sonho impossível, fora do alcance.Impossível a retidão, o caráter, a justiça?


     O grupo social mais forte é o narcotráfico, com toda sua força e domínio na liberdade de exercer o poder público.


      Quando analisamos friamente dói, a tristeza e conclusão que a finalidade básica e comum é a destruição do bem, do progresso e que não existe condição essencial para o desenvolvimento econômico,segurança, saúde e educação, e o povo manipulado sem direito ao bem estar fica à mercê do capricho dos governantes.
        

     A vergonha nacional das péssimas administrações avassala o País, vide nosso interior, e nós covardemente sofremos, mas não indignamos, não protestamos.


    Nessa omissão lembremos que temos o direito e acesso à verdade  que somos vítimas diretas desse CAOS, resultado da instabilidade num significado mais amplo que: O CAOS é o resultado causado pela interação de elementos de forma aleatória, sendo esta a prática comum daqueles que elegemos para decidir por nós.


      ÉTICA: aquilo que pertence ao caráter, vivendo e convivendo façamos uma auto-analise, pois sucesso e virtude não formam um dualismo e sim uma consequência da realidade.

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Confraternização de Natal entre simpatizantes e colaboradores

           
        Depois do sucesso que foi a apresentação da F.C. RENOVA PORANGATU, foi realizado merecidamente um pequeno churrasco de confraternização entre vários adeptos deste movimento, onde todos se colocaram a disposição na divisão das tarefas, revelando-se  muitas aptidões entre os presentes. Não faltou animação na roda dos musicos , e nem na cozinha com nossos chefs que não mediram esforços na preparaçao dos comes-e-bebes.  O clima de harmonia e alegria foi predominante numa tarde onde o principal foi a descontração.










Em busca do sonho , elos se criam entre todos numa 
corrente que que invadirá essa cidade.
Feliz  2012






sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Apresentação da Frente em noite de confraternização




        Na noite do dia 16 de dezembro de 2011, uma sexta-feira, cerca de 500 pessoas reuniram-se  no Tatersal do Porangatu Leilões para participarem do lançamento da Frente Cidadã   RENOVA PORANGATU. Por lá reuniram-se inúmeros pré-candidatos a vereador com familiares, simpatizantes, populares, correligionários e também os nossos pré-candidatos a prefeito, ocasião em que saborearam um delicioso churrasco com mandioca e farofinha acompanhada de conversas e encontros,uma confraternização que ocorreu em clima de animação e muita musica.É dessa maneira que algumas lideranças politicas de nossa cidade se empenham em criar no cenário politico uma cena inédita,comprometem-se  a alinhar-se numa Frente politica e cidadã que resultará em uma candidatura que tem como bandeira a renovação das estruturas e das campanhas politicas . Esses pré-candidatos farão suas pré-campanhas com o propósito de após terminado o processo de escolha do candidato da Frente, todos o apoiarão numa trajetória que pode, e mudará o futuro de Porangatu.O apelo que esta Frente Cidadã  faz é de não desacreditarmos da importância do processo político e da participação de cada um de nós, pois somente sendo participantes ativos podemos, além de tornamo-nos grandes, fazer a diferença as duras batalhas que se apresentarão para realização do nosso desejo de termos em nossa cidade um governo popular, participativo, cidadão enfim, que nos seja motivo de orgulho.
       Na sequencia fotos do evento que promete ser apenas o primeiro de muitos...


..
                                               Visão geral do recinto Porangatu Leilões


  Alguns simpatizantes que nos prestigiaram com a  presença e responsáveis pelo sucesso.










                                                   
    E como oradores, apresentaram-se os pré-candidatos a prefeito pela
    F.C. RENOVA PGTU.


Vivaldo PSB

Serginho da Farmácia PDT

Galeno Guimarães PT
Odair Amorim PSD  
José Uilton  PT
Robledo Resende  PSB
Julio Tófolo  PSB          




Dep Bruno Peixoto









                                 


                 
     

           Todos foram muito receptivos com
        essa lideranças  que já buscam apoio,
        e  colocam as suas intenções na 
        concretização de uma Frente ampla
        e popular.                                            







Também estiveram presentes para abrilhantar e prestigiar o evento festivo de instalação da Frente Cidadã, o sr. deputado estadual Bruno Peixoto que deixou sua mensagem de incentivo e felicitações, e o sr. Junior Friboi que encerrou o evento com suas palavras de apoio a iniciativa.





Sr. Junior Friboi

                 Apresentação dos 03 coordenadores  Zé do Terço, Carlos Otto e Lilo Moura





                     Alguns dos integrantes da Frente Cidadã RENOVA  PORANGATU




Márcio e Celinha
Terezinha e Waldemir
Locutor Alencar Jr

   Alguns  dos  pré-candidatos a vereadores que juntos , serão importantíssimos nesta jornada.




                           



















Até a próxima , que certamente será breve ...