Venha fazer a diferença no futuro de Porangatu.

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Estamos agora também no Facebook...

            Para que vocês possam interagir e participar ativamente , a  F.C. Renova Porangatu agora está também no Facebook, sendo mais uma ferramenta de mídia para  contato com o cidadão porangatuense, na busca  da  apresentação e legitimação deste movimento que necessita e busca a participação popular. Acesse e participe.





O momento de se discutir é agora, o lugar é esse e a pessoa é VOCÊ.

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Agora temos uma logomarca


Esta será a logomarca da F.C. RENOVA PORANGATU, que será reproduzida e certamente invadirá toda a cidade.Em breve traremos mais notícias de como será a distribuição, estamos nos preparando para ser impactante. Divulgue e participe.

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Só de sacanagem ...

      A ideia deste blog foi criar uma ferramenta de divulgação para aglutinarmos  formadores de opinião, pessoas interessadas em  formatar  propostas, projetos; um grupo que decida  sair da rotina de suas vidas para debater, sugerir ou apenas se indignar com a situação que vivemos hoje em nossa cidade.
      Não adianta nos revoltarmos sobre que vemos na T.V., discutirmos sobre o  noticiário do jornal, se aqui onde vivemos, não nos interessamos nem queremos saber do que se passa. Já é sem tempo planejarmos o que queremos para o nosso futuro , ou ficaremos eternamente a mercê da vontade de autoridades, governantes e políticos que só buscam criar lideranças aqui para cuidarem de seu curral eleitoral, e firmarem acordos que não passam  nem perto do desejo e da necessidade de nossa população.
      O momento é esse, agora e' hora de se organizar , de fazer valer a voz de cada cidadão, porque depois de tudo decidido, reclamar pra quem? 
      Decida-se agora , então ... pense nisto.

Envelheço

Envelheço quando me fecho para as novas idéias e me torno radical...

Envelheço quando o novo me assusta e minha mente insiste no comodismo...

Envelheço quando meu pensamento abandona a casa e retorna sem nada...

Envelheço quando me torno impaciente, intransigente e não consigo dialogar...

Envelheço quando penso muito em mim mesmo e me esqueço dos outros...

Envelheço quando penso em ousar mas temo o preço da ousadia...

Envelheço quando permito que o cansaço e o desalento tomem conta da minha alma...

Envelheço quando tenho chance de amar mas vence o medo de arriscar...

Envelheço quando paro de lutar...





E pra terminar , um pequeno poema Elisa Lucinda na voz de Ana Carolina.



video

Meu coração está aos pulos!
Quantas vezes minha esperança será posta à prova?
Por quantas provas terá ela que passar?
Tudo isso que está aí no ar: malas, cuecas que voam entupidas de dinheiro, do meu dinheiro, do nosso dinheiro que reservamos duramente pra educar os meninos mais pobres que nós, pra cuidar gratuitamente da saúde deles e dos seus pais.
Esse dinheiro viaja na bagagem da impunidade e eu não posso mais.
Quantas vezes, meu amigo, meu rapaz, minha confiança vai ser posta à prova?
Quantas vezes minha esperança vai esperar no cais?
É certo que tempos difíceis existem pra aperfeiçoar o aprendiz, mas não é certo que a mentira dos maus brasileiros venha quebrar no nosso nariz.
Meu coração tá no escuro.
A luz é simples, regada ao conselho simples de meu pai, minha mãe, minha avó e os justos que os precederam:
" - Não roubarás!"
" - Devolva o lápis do coleguinha!"
" - Esse apontador não é seu, minha filha!"
Ao invés disso, tanta coisa nojenta e torpe tenho tido que escutar. Até habeas-corpus preventivo, coisa da qual nunca tinha visto falar, e sobre o qual minha pobre lógica ainda insiste: esse é o tipo de benefício que só ao culpado interessará.
Pois bem, se mexeram comigo, com a velha e fiel fé do meu povo sofrido, então agora eu vou sacanear: mais honesta ainda eu vou ficar. Só de sacanagem!
Dirão:
" - Deixa de ser boba, desde Cabral que aqui todo o mundo rouba."
E eu vou dizer:
"- Não importa! Será esse o meu carnaval. Vou confiar mais e outra vez. Eu, meu irmão, meu filho e meus amigos. Vamos pagar limpo a quem a gente deve e receber limpo do nosso freguês. Com o tempo a gente consegue ser livre, ético e o escambau."
Dirão:
" - É inútil, todo o mundo aqui é corrupto, desde o primeiro homem que veio de Portugal".
E eu direi:
" - Não admito! Minha esperança é imortal!"
E eu repito, ouviram?
IMORTAL!!!
Sei que não dá pra mudar o começo, mas, se a gente quiser, vai dar pra mudar o final.

Elisa Lucinda